Anfitriã Vegetariana

2e860f8044d3c9f32106b3d46cce551c

Confesso que anda muito difícil dar dicas do que servir aqui no blog nos últimos meses, para quem não sabe desde outubro do ano passado resolvi mudar alguns hábitos para conseguir viver de maneira mais coerente com o que acredito, portando cortei as carnes vermelhas e aves da minha alimentação (ainda como peixe e alguns frutos do mar ocasionalmente, por isso tento não dizer que sou vegetariana) e tenho procurado consumir produtos mais orgânicos, naturais e cruelty free, ou seja, marcas e não fazem testes em animais.

Claro que esse é um processo, estou mudando aos poucos e tentando ajustar tudo isso à minha rotina da melhor forma possível para um dia conseguir viver 100% da maneira que acho correta, mas desde então não consigo indicar mais marcas e/ou produtos que não condizem com meus ideais, e isso também vale para as carnes. Infelizmente me acho totalmente hipócrita levantar a bandeira do vegetarianismo e ao mesmo tempo postar uma dica de carne assada incrível, vocês entendem?

Captura de Tela 2014-05-08 às 16.50.34

Tentei até buscar a ajuda dos universitários (jogo do milhão feelings) e perguntei para a o pessoal da revista Casa e Comida o que eles achavam, e a sugestão foi que deveria servir carnes, caso recebesse amigos em casa, e fazer também um acompanhamento vegetariano para mim. Claro que para uma pessoa que não quer levar esse estilo de vida fica difícil se colocar no meu lugar, logo não fiquei muito satisfeita com essa possibilidade…

Captura de Tela 2014-05-08 às 15.48.43

Pessoal, AMO a revista e adorei o face to face que fizeram no facebook semana passada, a interatividade leitores X editora foi demais e parabenizo muito a revista por isso, apenas fiquei meio em dúvida com a alternativa dada, uma vez que se a pessoa escolhe não mais comer carne, também não vai querer prepará-la ou mesmo comprar pronta…

Esse assunto não é fácil e acho que vale a discussão.

Você que é anfitriã e vegetariana (ou também está cortando as carnes como eu, é vegan ou escolheu viver algum estilo de vida que impacta na sua alimentação) serve “alimentos proibidos” nas sua festa?

Se sim, se importa em prepará-las aos seus convidados eu prefere comprar pronto? Se não, sua família e amigos acham ruim ter que enfrentar um cardápio restritivo sempre que vão à sua casa?

E você convidado, se importa em ir à uma casa de vegetarianos e, portanto, comer um cardápio sem carnes? O mesmo vale para outras dietas, como comidas sem lactose, glútem ou gordura, por exemplo.

Captura de Tela 2014-05-08 às 16.49.02

Bom, toda essa reflexão já vem de algum tempo (o que nos leva de volta ao começo do post, onde justifico a falta de dicas de menus para festa) e como não cheguei em uma conclusão clara abro esse tópico para conversarmos mais sobre isso, sem tabus ou preconceitos.

Quero ouvir a opinião de todos os leitores e quem sabe consigo desenhar a minha limite, porque como disse meu pai – precisamos em algum momento descobrir qual o nosso limite e traçar essa linha, se não fica impossível viver.

Enquanto não viro uma verdadeira vegetariana (e quem sabe vegan um dia) vou continuar postando dicas de menu normalmente, sempre tentando apresentar alternativas interessantes para quem já aderiu ao vegetarianismo/veganismo. Espero a opinião de vocês sobre o assunto, e me ajudem:

Será que dá para ser uma anfitriã vegetariana?

Comente este Post




Comentários

  1. Giliane

    Oi Carol!
    Amo carnes e convivo com várias anfitriãs vegetarianas… Acho perfeitamente que dá pra unir uma coisa à outra! Quem adora carnes adora outras coisas também e tendo bastante cuidado com o cardápio, coisa que sei que você tem, dá pra servir uma refeição de babar sem carnes… Muito mais difícil é ser uma convidada vegetariana, o que pode muitas vezes causar algum transtorno para a anfitriã que não é, por ela ter que pensar em algo e preparar especificamente pra você… Esse é o maior motivo pelo qual não serei totalmente vegetariana, mesmo sendo muito simpatizante do estilo de vida.
    Sobre incomodar os convidados, penso que em um almoço ou jantar entre pessoas que se amam o que mais importa definitivamente não é a comida… Ficamos super preocupadas quando somos as anfitriãs, mas quando vamos à casa dos outros, a cobrança não é tanta… Tendo algo gostoso., quem é o chato que não vai querer voltar por que não comeu carne em uma única refeição?rs Estava pensando que talvez o vegetarianismo incomode alguém que vá passar vários dias na sua casa, mas essa é outra questão que penso que você não deve se preocupar… Quem desejar ir, já vai saber como funciona.
    Falei muito, mas resumindo é isso: com capricho e carinho pelos seus convidados, acho que você pode continuar sendo uma anfitriã maravilhosa, mesmo vegetariana!
    Beijos!!

    Responder este comentário
    • Carolina Roberta Santos

      Oi Giliane,

      Simplesmente amei sua resposta, além de entender direitinho você ainda me encheu de confiança para organizar e planejar a próxima festa (e cardápio)!
      É isso aí, no fim das contas o que importa mesmo é o momento gostoso que passamos com nossa família e amigos!
      Obrigada por dividir seu ponto de vista :)

      Beijos
      Carol

      Responder este comentário
  2. Camila Duarte

    Olá Carol, tudo bem?
    Eu nasci em um lar vegetariano, meus pais comiam apenas peixe… fui criada com leite de soja, e mta carne de soja…minha mãe fazia de tudo: estrogonofe com soja, feijoada com soja…me acostumei a ir em churrascos de familiares e amigos e comer pão com vinagrete, rs! Meus pais nunca nos obrigou a ser vegetariano, mas como tudo é uma questão de hábito, eu não sinto falta de carne. E sim, acho possível receber sem servir carne e de repente seu convidado não vai nem perceber! Que tal mine hamburguer de soja? Bem temperado, com um molho especial? Cuscuz Paulista, só de legumes? Tábua de queijos? Existem uma infinidade de patês ( patê de berinjela, de azeitona, de queijo), massas e risotos sem carne?
    É uma questão de você se acostumar a montar cardápios sem carne e perder a “cisma” de que seu convidado vai sentir falta da carne! Eu acabo tento que fazer carne em casa porque meu namorado não consegue viver sem carne, e como não são poucas refeições que ele faz aqui em casa, acabo fazendo carne para ele! Mas um convidado que vai fazer apenas aquela refeição do dia na sua casa, não acredito que ele se incomodaria! O mais difícil somos nós vegetarianos encontrar o que comer por aí! Mesmo percebendo a evolução dos restaurantes ao longos destes anos sem comer carne! Um grande beijo, Camila

    Responder este comentário
    • Carolina Roberta Santos

      Oi Camila,
      Poxa que legal, também gostaria de passar isso para meus filhos, mas ainda é um assunto em discussão com meu marido (que também adora carne).
      Não parei para pensar que por apenas uma refeição, ninguém vai realmente sentir falta da carne. Massas e risotos, como falou, são ótimas alternativas!
      Acho que minha preocupação vem do perfeccionismo que tenho, apesar de já ter me acostumado com esse novo estilo de vida no dia-a-dia, preciso de umas festas “vegetarianas” para perder a minha cisma! Kkkkk

      Obrigada mesmo pela sua participação, muito bom conhecer mais um pouco sobre você, adoro seu blog!!

      Beijos,
      Carol

      Responder este comentário
  3. Adriana

    Oi Carolina,
    Não sou vegetariana e vou contar uma experiência: há um tempo fui com meu marido num jantar maravilhoso na casa de amigos queridos, tudo perfeito, petiscos, entradas e o prato principal que era risoto. Noite agradável e anfitriões dedicados. No dia seguinte quando conversava com uma outra amiga sobre a noite agradável, descrevi o cardápio ela perguntou: “então não teve carne?” E só então que percebi, não teve carne! Foi tudo tão perfeito, o clima, as combinações, que a carne não fez a menor diferença, pelo menos para mim, e acho que nem para o meu marido que também não comentou nada a respeito.
    Concordo com as pessoas que dizem que deve ser bem mais difícil para os vegetarianos que vão a festas de não vegetarianos, pois fiquei sem comer carne agora na quaresma e foi um pouco complicado quando tive que jantar em reuniões familiares, em quase todos os pratos tem carne, mas, consegui me virar.
    Faça a festa!
    Desejo sucesso! Bjs

    Responder este comentário
    • Carolina Roberta Santos

      Oi Adriana,

      Achei muito interessante ver a situação por essa perspectiva, as vezes colocamos tanta energia em algo que, no fim das contas, não tem tanta importância. O que é um cardápio vegetariano ao lado de uma festa gostosa, uma decoração carinhosa, um comida gostosa…não é?
      Agradeço muito sua mensagem, me fez perceber que preciso focar nos aspectos positivos, assim ninguém vai reparar no que ficou faltando!!

      Bjs
      Carol

      Responder este comentário
  4. laura piovesan

    Olha, eu como carne, adoro e não penso em parar. Mas acho totalmente aceitavel uma refeição sem carnes. Inckusive varias vezes em casa como sem carne. Porem, acho meio ruim fugir pra carne de soja ou refeições que sejam originalmente a base de carne mas feitas sem carne, tipo hamburguer vegetariano. Talvez servir um risoto de legumes ou carne com queijo ou coisas que por origem não contenham carne.

    Responder este comentário
    • Carolina Roberta Santos

      Oi Laura,

      Aaaaah com certeza, acho que fazer essa substituição não é o caminho, porque imagino que servir qualquer coisa de soja (onde deveria ser carne) vai decepcionar! Ainda bem que me lembrou desse ponto, acho que essa escolha faz toda a diferença na escolha do cardápio!
      Obrigada por dividir sua opinião, você conseguiu mostrar um lado que ninguém ainda tinha falado :)

      Bjs
      Carol

      Responder este comentário
  5. isadora

    Sou vegetariana há quase 17 anos. Uma filosofia de vida que veio da casa da minha mãe e permanece na minha casa até hoje. Vejo que é mais que um hábito. Não é uma “intolerância” ou “alergia”, como no caso de glúten, leite e etc. É uma escolha política. Pra uma pessoa que tem alergia glúten, ela não vê nenhum problema em que se coma, de maneira geral. Pois é uma limitação perticular dela.
    Mas no nosso caso é diferente, porque assim como a minha escolha filosófica e (insisto) política é por não consumir carnes, também não vou comprar, preparar, servir para que outros comam. Acho tão incoerente quanto…
    Sempre recebi convidados e hóspedes na minha casa, sendo vegetariana. Não tem problema algum nisso. Eu como bem e com prazer. E quem eu recebo também. Principalmente no caso dos hóspedes, aqueles que sentirem necessidade, acabam fazendo alguma refeição fora, e eu não me sinto ofendida.
    Faço parte de uma religião em que as pessoas fazem comida para toda a irmandade e tem sempre uma opção vegetariana e outra com carne. Gosto de cozinhar e sempre que sou chamada para preparar a refeição coletiva, eu digo: “eu vou feliz da vida, mas não manipulo carne”. E as pessoas respeitam.
    Se você persistir nessa filosofia, vai se firmar mais e logo será fácil deixar claro para os outros sem se sentir diferente ou estranha. Hoje olho e acho esquisitíssimo existirem pessoas que ainda se alimentam de outros animais. Boa sorte!!!

    Responder este comentário
    • Carolina Roberta Santos

      Oi Isadora, agradeço muito você ter passado seu ponto de vista.
      Realmente quanto mais tempo passa, menos confortável me sinto manipulando carnes, e ao mesmo tempo as pessoas mais próximas vão se acostumando à minha opção (ainda que passe por diversos interrogatórios e tentativas para me convencerem a mudar de idéia…), e me sinto cada vez mais tranquila para recebe-los em festas na minha casa. Como disseram em outros comentários, a parte mais complicada é ser a convidada, porque mesmo sabendo da minha opção alimentar, poucos se preocuparam em servir outras alternativas sem carne.

      Concordo com você quando diz que é uma opção filosófica e política, ainda que muito difícil segui-la nos dias de hoje não vejo outra forma de levar a vida.
      Obrigada mais uma vez pelo seu comentário, e se tiver dicas de pratos sem carne que são perfeitos para dias de festa, divida com a gente! :)
      Bjs
      Carol

      Responder este comentário
  6. Carmem

    Carol.. meu pai se tornou “vegetariano” mas manteve o consumo ocasional de ovos e peixes. Como anfitriã achei muito difícil no início, pois ele não suporta mais o cheiro da carne, fica enjoado, e eu e minha família somos extremamente carnívoros.. o jeito foi servir sempre uma quiche de queijo ou alho poró, ou um peixe assado.. Todos ficaram felizes, e o cheiro não incomoda tanto..

    Responder este comentário
    • Carmem

      Já servi tb macarrão com molho de tomates frescos, e manjericão.. acompanhado de vinho, ninguém lembrou da carne.. rs Se aceitarem laticínios, mussarela de búfula por cima fica divino tb..

      Responder este comentário
  7. Juliana Moreira

    Oi, moça;
    este post foi um desabafo pra mim.
    sempre que recebo minha amiga vegana em casa eu faço pratos do seu gosto,
    até meus pais entram na dança,
    mas quando sou eu a visitá-la tenho que comer qualquer coisa,
    não compram sequer um ovo ou latinha de atum, pior quando a dieta é crua ou bem restrita, semana de dietas, e só te oferecem sucos.

    Responder este comentário
    • Carolina Roberta Santos

      Pois é, uma pena a reciproca dela não ser a mesma. Mesmo ela sendo vegana, poderia te oferecer comidinhas gostosas para comer dentro do universo dela. Pães, patês, massas… Acho que vale dar a dica para ela!
      Bjs

      Responder este comentário