Banquete Toscano – O Pici

ed0e33e9a6a5cdb92b27e65bd3986c4fAinda sem carregador vou finalizar minha lista de inspirações para uma festa típica da Toscana, já falamos de mesas postas (clique aqui para ver), antipasti (clique aqui) e sobremesas (clique aqui), agora vou para o principal, a massa!

Já ouviram falar no pici? É uma massa típica da Toscana, parece um espaguete rústico bem grosso enrolada a mão, mas ao mesmo tempo é leve e saboroso. O picci é encontrado em todos os restaurantes desta região, normalmente acompanhado por um bom molho de tomate, ragu (que é nossa bolonhesa), ou outro molho cremoso.

86e78b56d2fb32d72d5467dfc794c5ea

O melhor que comi por lá, e com certeza um dos melhores molhos que já comi na minha vida, foi no Hotel Badia di Campoleone, em Arezzo. Infelizmente não bati foto, mas sabe quando a comida é tão boa que você mal escuta a conversa da mesa, e muito menos se lembra de registrar o banquete para colocar no blog? Bom, é bem por aí…

Aquele pici foi servido com um molho ao sugo bem diferente do nosso, e finalizado com farelo de pão torrado (outra característica bem italiana…), obvio que entendo muito pouco de cozinha, e comparado a qualquer italiano quase nada, mas vou tentara arriscar um preparo me baseando no sabor e textura dele.

Se fosse recria-lo em casa, assim o faria: Pegaria tomates frescos e retiraria a casca (sabem como fazer? Explico ao final do post) e as sementes. Depois refogava uma cebola e alguns dentes de alho picados no azeite Batia esse tempero no liquidificador com o tomate fresco pelado e voltava o purê para frigideira, acertava o sal e finalizava com uma pimenta do reino moída na hora.

daf19350560f68193228ebbfb5e35182

Pegava um pão italiano amanhecido e processava com um tico alho moído, sal e pimenta do reino, passava na frigideira regada a azeite até ficar uma farofinha crocante.

Pouco antes da massa estar pronta (parece que demora em média de 10 minutos, não me lembro…), finalizaria junto ao molho fresco, colocaria nos pratos as porções e finalizaria com a farofa de pão (substituindo o queijo ralado) e folhas frescas de manjericão.

Vai ficar igual? Não, mas tentar recriar pratos de chefs é algo impossível, então tentei me inspirar na maravilha que comi para tentar passar para vocês como a simplicidade da culinária italiana é o segredo do seu sucesso. Um simples prato de massa com molho de tomates me encantou e não sai mais da minha cabeça…

Obs 1: Estou procurando pela internet onde encontrar essa massa aqui no Brasil, mas ainda não encontrei nenhum lugar (apenas promoções sazonais), se souberem de algum lugar deixem aqui nas mensagens que dou a dica no blog!!!

Obs 2: com certeza em casas de massa artesanal deve ser mais fácil encomendar ou já achar pronto!

Obs 3: Como não sou boba nem nada comprei alguns pacotes lá na Itália, mas como trazer na mala era inviável mandei por correio, mas essa é uma historia para outro post…

0be6bb55556e42a6b748d29c70e5fea2

Obs 4: Como tirar a casca de um tomate:

1 – faça uma cruz ou “x” pequenos nas extremidades de cada tomate

2 – coloque-os em uma panela cheia de água fervente

3 – depois de 1 minuto (máximo) as pontinhas da casca começarão a soltar, significa que está na hora de tirar

4 – jogue eles diretamente em uma vasilha com bastante água com gelo, para criar o choque térmico e interromper o cozimento

5 – depois de alguns minutos retire da água e puxe as pelinhas, a casca irá sair igual papel

Comente este Post