Casamento no Amazonas

Uau, mas que blog mais desatualizado!!! Rsrsrsrs

Estava em uma correria danada, infelizmente quem pagou o pato por isso foi o blog!

Mas nada que não possa ser consertado, afinal o motivo de tanta correria foram dois eventos, um no dia 31 de outubro (e olha que não era dia das bruxas!) e outro dia 01 de novembro!

Dia 31 meu pai casou, junto com outro casal de amigos, em Manaus, mais especificadamente no encontro das águas do Rio Negro com o Rio Solimões, ao entardecer.

Um evento exclusivo e criativo desses não podia passar longe das minhas câmeras, portanto tem muita foto legal para inspirar quem também se animou com esse tema brasileiríssimo e cheio de oportunidades.

A festa começou o encontro de todos os convidados n lobby do hotel, onde pegamos um ônibus que nos levou até a praia onde o barco nos esperava.

Fomos recebidos com sucos de frutas regionais, como o delicioso suco de cupuaçu, e petiscos de queijos, chips de banana (delícia!), patês, pães de açaí, suflê maravilhoso de  um peixe de lá que não lembro o nome, cuscuz de banana da terá, etc.

As flores da decoração do barco eram bem tropicais e coloridas, para combinar com todo o clima , e estavam espalhadas por todos os andares e ambientes.

Ao chegar no encontro das águas encontramos o outro barco, do outro casal com seus convidados, e foi lá mesmo que aconteceu toda a cerimonia.

Depois saímos rumo a um restaurante flutuante, para a cerimônia com um pajé, o jantar e “balada” ,  nem o calor incessante que fazia nesse dia desanimou a todos nesse evento que, na verdade, durou 4 dias de viagem!

Detalhe, tudo feito dentro da cozinha do barco, se vira nos 30!

A cerimonia….

E no restaurante flutuante…

Os docinhos…

E eu já no clima de cocar e colares!!

Aqui tem inspiração e informação para compensar o sumiço dos ultimos dias??

Não? Então mais tarde tenho mais um evento que fiz para mostrar para vocês!! :)

Comente este Post




Comentários

  1. Marisa Braga

    Carol, que fotos caprichadas!

    O peixe que você mencionou no seu texto chama-se pirarucu. Ele foi preparado como um escondidinho e o nome do prato que foi servido chama-se pirarucu de casaca. Viu?
    Já tô ficando entendida no assunto.

    Beijos

    Responder este comentário