Almoço de Domingo em Casa

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.47.25

Neste domingo de eleição resolvemos fazer um almoço em casa bem casual, só a família, comidinha caseira e muita conversa para jogar fora. Queria esse clima tranquilo tanto na decoração quanto no que fosse servir, algo especial e sem exageros para celebrar um dia gostoso ao lado dos que amamos.

Usei meu blog para buscar a inspiração da decoração, e acabei escolhendo a última foto desse post (clique aqui para ver). Coloquei esse mix de flores do campo no centro me mesa em diversos arranjos para entrar no clima da primavera, e o contraste da louça trabalhada elegante com o sousplat de ratã rústico criam essa “interessância” divertida para a ocasião.

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.47.03

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.48.27

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.49.35

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.49.08

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.50.33

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.49.51

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.48.06

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.50.18

Captura de Tela 2014-10-07 às 14.48.52

No cardápio, massa tagliarini caseira para estrear a máquina que ganhamos de presente de casamento. Foi a primeira vez que fiz massa fresca em casa e fiquei apaixonada, é um pouco trabalhoso mas muito mais simples do que imaginava. A receita é usar 100 gramas de farinha para cada ovo e uma pitada de sal para temperar. Para 8 convidados usamos meio quilo de farinha + 5 ovos, abri a massa até o número 7 (minha máquina vai até o 9), mas achei que ficou fina demais para o meu gosto, numa próxima vou testar o 5 para ver como fica.

Eu toda feliz com meu macarrão caseiro, faz uma sujeira danada mas vale a pena!
Eu toda feliz com meu macarrão caseiro, faz uma sujeira danada mas vale a pena!

Deixamos secar por uns 10 minutos depois de pronta, passamos rapidamente em água fervente com bastante sal, e quando digo rapidamente é tipo 30 segundos no máximo! Metade dela foi para o molho bolonhesa e a outra para o de tomates frescos, ambos feitos pelo meu marido.

Deixei os petiscos na cozinha mesmo, assim todos acompanharam o processo de fazer as massas. Servi uma tábua bem simples e improvisada com azeitonas, torrada, burrata com tomates e grana padano. Para beber, um vinho tinto italiano (que acabou virando o tema do almoço) e cerveja. A sobremesa foi um pudim clássico feito pela minha sogra e bolo de cenoura para acompanhar o café, quer coisa melhor?

Comente este Post




Comentários

  1. Ricardo Alberich

    Parabéns, tudo de muito bom gosto, riquesa em cada detalhe, você faz o sofisticado de uma forma tão simples.
    Lindo, virei fã.
    Ricardo

    Responder este comentário